• Higor Salles | Canal 8

Alunos fazem ato por conta da redução de salas do EJA

De acordo com a pasta, no próximo ano serão 15 salas de aula de EJA e atualmente são 24

Ato ocorreu na manhã desta sexta-feira na Prefeitura (Foto: Henrique Brazão/Foto do Leitor)

Um grupo de alunos realizou, na manhã desta sexta-feira (1º), uma manifestação na frente da Prefeitura de Campinas. O motivo é porque a Secretaria de Educação de Campinas vai reduzir quase 40% das salas do curso de EJA (Educação de Jovens e Adultos) de escolas da cidade.  

De acordo com a pasta, no próximo ano serão 15 salas de aula e atualmente são 24 - uma queda de 37,5% da educação de jovens e adultos.

Haverá mudanças na Emef Dulce Bento Nascimento, no bairro Guará, na Escola Municipal Pierre Bonhomme, na Vila Industrial; na Escola Municipal Corrêa de Mello, no Parque Dom Pedro II, na região do Ouro Verde e na Emef Profª Geny Rodriguez, no São Bernardo. OUTRO LADO

Procurada, a Secretaria de Educação informou que nenhum aluno da EJA ficará sem aula. Trata-se de um remanejamento por conta da baixa demanda por esta modalidade de ensino. Os alunos matriculados no EJA continuarão sendo atendidos, sem prejuízo aos conteúdos pedagógicos.

"Em vez de ter poucos alunos em várias salas de aulas, os estudantes serão agrupados em um número menor de classes. A qualidade do ensino será preservada e os direitos dos alunos estarão garantidos. A pasta avalia que a redução ano a ano por esta modalidade de ensino deve-se aos avanços obtidos no Ensino Fundamental regular no município", diz a nota oficial.  


Fonte: Acidade ON

3 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.