• Higor Salles | Canal 8

Bares adotam e ampliam delivery e drive-thru


Foto: Divulgação/Giovanetti

Os cardápios e opções foram ampliados e as promoções e ofertas, amplificadas. Com as portas fechadas, bares, botecos e restaurantes de Campinas adotaram de vez o delivery e passaram a entregar até mesmo no esquema drive-thru.

As mudanças na pandemia de coronavírus foram as saídas encontradas por gerentes e proprietários de estabelecimentos que dependem do movimento para faturar. A intenção é não deixar de atender e evitar que os prejuízos cresçam.

Dono do bar Presta Atenção, no Botafogo, Fábio Guilherme, explica que fechou por 30 dias, mas decidiu reabrir para entregas a domicílio e para quem pode buscar a mercadoria na porta. Com 10% do fluxo, não pensa ainda em lucrar.

“Tá fraco, mas não tem problema. Estamos vivendo dia após dia. Vamos girar as mercadorias. E não tá dando lucro, porque somente 10% dos nossos clientes está vindo buscar lanches e porções. Todo pedido aqui é pra viagem”, diz.

Marcus Peixoto, do Boteco do Fortão, reforçou a presença em apps de entrega e adotou outras medidas. O local passou a cobrar mais barato por encomendas feitas em dias úteis e que são retiradas com horário marcado no fim de semana.

“São promoções semanais nas quais a pessoa paga mais barato e retira no boteco com hora agendada no fim de semana. Mas é claro que os percentuais são inferiores aos que a gente tá acostumado a ter em dias normais”, explica.

A rede Giovannetti também sentiu os reflexos e se adaptou. Gerente de três estabelecimentos e ainda responsável pelo restaurante Barbacoa, em Campinas, Wagner Bordim conta que o baque no faturamento foi de 80% durante o surto.

Segundo ele, três das quatro unidades estão fechadas. Com isso, parte dos alimentos estocados foi doada e o restante foi levado ao Giovannetti do Cambuí, que já tinha o delivery, mas que ampliou as opções disponíveis no serviço.

“Colocamos pratos novos no almoço, como pratos executivos e outras opções. As pizzas nós mudamos o horário para a partir das 15h em dias de semana e do meio-dia aos fins de semana. E temos os salgados e lanches tradicionais”, conta.

Preocupada com o cenário gerado pela covid-19, a Associação dos Bares e Restaurantes da Região Metropolitana de Campinas avalia que o impacto do isolamento será menor após o aval do STF para os cortes de salário e de jornada.

A previsão nas primeiras semanas de restrições adotadas em todo o estado, era de que 30 mil empregos seriam poupados se os ministros do Supremo autorizassem as negociações individuais, o que se confirmou posteriormente.


Fonte: CBN Campinas

3 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.