• Higor Salles | Canal 8

Câmara aprova antecipação de feriados


Foto: Reprodução

A Câmara de Campinas aprovou nesta quinta-feira a antecipação de dois feriados municipais. Com isso, o feriado de Corpus Christi passa de 11 de junho para 26 de maio, e o dia da Consciência Negra passa de 20 de novembro para 27 de maio.

A medida, proposta pelo executivo, vale somente para 2020, e visa criar um “mega feriadão”, que será iniciado no sábado, dia 23, e segue até a quarta-feira, dia 27 de maio. Há a expectativa também que o estado antecipe o feriado de 9 de julho para o dia 25, segunda-feira.

A intenção é aumentar a taxa de isolamento social, que normalmente sobe aos finais de semana e feriados, e com isso reduzir o impacto da covid-19 na rede de saúde de Campinas, que já conta com mais 75% dos leitos de UTI ocupados, considerando a rede pública e a rede privada.

A discussão da proposta levou horas, pois vários vereadores se manifestaram sobre o assunto. O vereador Campos Filho (Podemos) questiona a eficá cia da antecipação, e também chama a atenção para o que representam as datas originais dos feriados. “Devemos tomar como parâmetro o primeiro feriado em São Paulo ontem, deu resultado? Temos também o contexto religioso, que é o Corpus Christi, um dos princípios mais importantes do catolicismo, e a consciência negra, histórica para a cidade de Campinas. Mas a pergunta que fica é vai resolver, ou não vai resolver?”.

O vereador Tenente Santini (PSD) também se mostrou contrário à antecipação, alegando questões econômicas. “As pessoas estão viajando, não conseguem ficar em casa, então essa medida não tem efeito algum pois as pessoas vão pro interior, lotam as cidades e levam infecção nessas cidades, e mais ,horas-extras pras empresas que não tem fluxo de caixa agora tendo de pagar, sistema judiciário tendo de remarcar novas audiências, não há confirmação de que essa medida tem efeito no combate ao coronavírus”, argumentou.

O vereador Luiz Cirillo, do PSDB, rebateu as argumentações, e defendeu a antecipação. “Tão preocupados com a economia, mas com a saúde do campineiro que é bom, não tão preocupados. Tão fazendo desse projeto palanque político, temos posicionamento da igreja católica e de lideranças negras que não se opõe a antecipação dos feriados. O prefeito fez o projeto pra antecipar, e tem sempre os do contra. Se ele não tivesse proposto eles estariam se posicionando a favor da antecipação”.

Zé Carlos, do PSB, disse discordar de algumas medidas tomadas durante a pandemia, como a possibilidade de um rodízio de veículos em Campinas, mas, defendeu a antecipação dos feriados. “Essa questão do feriado acho que é a última cartada que nós temos, antes do pico, para que as pessoas fiquem em casa. Vamos tentar mais uma vez”. A proposta foi aprovada pela ampla maioria dos vereadores campineiros, com 25 votos favoráveis e dois contrários. Agora o projeto segue para sanção do prefeito Jonas Donizette, do PSB.

Além das duas reuniões extraordinárias que votaram a antecipação dos feriados, outras sete reuniões também ocorreram via internet, com destaque para a aprovação em primeira discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias do município para 2021.


Fonte: CBN Campinas

3 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.