• Higor Salles | Canal 8

Campinas tem mais sete mortes e 323 novos casos de covid-19


Campinas confirmou nesta quarta-feira mais sete mortes decorrentes da covid-19, além de 323 novos casos confirmados. Os dados foram divulgados pelo Prefeito Jonas Donizette em uma coletiva de imprensa via internet. Com as sete novas mortes confirmadas, Campinas chega a um total de 324 óbitos provocados pelo novo coronavírus. Já o número total de casos confirmados chega a 8.609.

O número de pessoas internadas também aumentou, agora são 414, 24 a mais que na terça-feira. Já o número de pessoas em isolamento domiciliar teve uma queda mínima: São 1.050 pessoas, uma a menos que no boletim anterior. Há dois novos óbitos em investigação, e o total agora é de 26. Já os casos em investigação são 589, 10 a mais que no boletim anterior. A boa notícia é o número de pessoas recuperadas: 290 a mais, e o total agora é de 6.821 pacientes que se curaram. Outros 326 casos foram descartados, e o total de exames negativos é de 13.704.

Das sete vítimas fatais, seis morreram em um espaço de menos de 10 dias, entre 21 e 30 de junho. As vítimas são 4 homens e 3 mulheres, e somente uma vítima não tinha doenças pré-existentes. Seis das vítimas faleceram em hospitais públicos. São as seguintes: Uma mulher de 100 anos que faleceu em 21 de junho; Uma mulher de 64 anos que morreu em 24 de junho; Um homem de 66 anos, e outro de 65 anos, ambos falecidos em 26 de junho; Uma mulher de 63 anos que faleceu em 29 de junho; E um homem, de 82 anos, que faleceu em 30 de junho em hospital público, sendo este o único dos sete óbitos de uma pessoa que não tinha doenças pré-existentes. Além dessas seis vítimas falecidas em hospitais públicos, houve uma morte em domicílio, a de um homem de 51 anos que faleceu em 11 de junho na própria residência.

Na coletiva o prefeito Jonas Donizette comentou a decisão do Governador do Estado de multar pessoas que estejam sem máscara. “Nesse decreto ele determina uma multa, eu tive uma interação com o governador Dória, tivemos uma divergência de opiniões, eu acho que o valor da multa poderia ser mais modesto, transformar em doação de cesta básica, mas o decreto do estado não se refere a vigilância municipal. Deixa eu colocar as coisas bem claro: Não existe nenhuma discrepância da posição minha e do Governador da necessidade do uso da máscara”, explicou.

A Prefeitura decidiu adotar uma abordagem mais educativa, e bolsistas do programa “Juventude Conectada” deverão, a partir da segunda-feira, dia 6, abordar pessoas que não utilizam máscaras pelas ruas da cidade, e entregar a elas uma “multa moral”, um papel com informações buscando conscientizar as pessoas sobre o uso de máscaras.

O Secretário de Saúde de Campinas, Dr. Cármino de Souza, comentou sobre o HC da Unicamp testar vacinas contra a Covid-19, e sobre a possibilidade de isso ocorrer em hospitais da rede pública municipal. “Isso é um ambiente de pesquisa, não de imunização, a gente não sabe se a vacina funciona, então isso é um ambiente de pesquisa clínica, de fase três, e que estão envolvidos todos os centros universitários ou de ensino, o Mário Gatti é um hospital universitário e teoricamente poderia participar, mas nesse caso são todas entidades ligadas ao governo do estado de algum modo, se nos for solicitado nós faremos o apoio sem dúvida nenhuma”.


Fonte: CBN Campinas

3 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.