• Higor Salles | Canal 8

Coletores de lixo fazem campanha: "trabalhando por vocês"

Trabalhadores continuam serviço considerado essencial na cidade e pedem também para ter atenção com objetos cortantes

Os coletores de lixo Elielson e Osvaldo e o motorista Agivaldo, com campanha para pessoas ficarem em casa

São 32 mil toneladas de lixo por mês. Milhares de quilômetros correndo atrás de caçambas ou das lixeiras residenciais dos cerca de 1,2 milhão de habitantes de Campinas. Isso tudo embaixo de sol, chuva e, agora, sob o risco do novo coronavírus.

Preocupados com a família e trabalhando todos os dias, os coletores de lixo da cidade não podem parar. Serviço considerado essencial, a coleta de lixo orgânico não foi suspensa durante a quarentena oficial decretada na segunda-feira (23) pelo prefeito Jonas Donizette (PSB).

Para continuar trabalhando com menos risco, eles lançaram, junto com a Renova Ambiental, uma campanha pedindo para que as pessoas fiquem casa. É que o isolamento social reduz drasticamente o risco de contaminação da nova doença que em Campinas tem 16 casos confirmados e outros 441 em investigação, segundo dados atualizados nesta quinta-feira (26).

Nos caminhões, a faixa: "Fique em casa por nós, estamos trabalhando por vocês". Esse é o pedido também do coletor de lixo Elielson Pereira Marques, de 28 anos, que trabalha há oito no serviço. Ele deixou a filhinha Milena, de 1 ano e sete meses, em casa e não quer levar a doença pra ela.

"É complicado, depois que aconteceu essa epidemia. Mas nosso trabalho é essencial, não pode faltar. Recebemos álcool em gel, o caminhão está sempre limpo, recebemos máscaras. Me sinto um pouco protegido, mas não é fácil sair pra rua", disse. 


Fonte: AcidadeON



3 visualizações0 comentário