• Higor Salles | Canal 8

Dário define secretariado até 15 de dezembro


O Prefeito eleito em Campinas, Dário Saadi, afirmou que até a metade do mês de dezembro estará com a seu secretariado definido. As reuniões para a definição da futura gestão já começaram. Dentro do processo de transição todos os secretários da atual administração irão colocar o cargo a disposição para que tenha liberdade de montar a sua equipe.

De acordo com Dario Saadi, nada impede que atuais secretários possam continuar na administração, porém, já adiantou que o atual Secretario Municipal de Saúde, Carmino de Souza, não fará parte do seu governo, pois, o próprio secretario se manifestou que por motivos particulares não deseja continuar. Outra mudança também já definida é a direção da Rede Mário Gatti, atualmente comandada por Marcos Pimenta.

Dentro das prioridades na área da saúde ele acrescentou que uma delas será o atendimento a pandemia, que em sua opinião vem sendo conduzida da melhor forma na cidade tanto pelo poder público quanto pela rede privado. Outro fator é atender a rede publica como um todo que foi prejudicada pela Covid-19. Um dos projetos é a ampliação do programa Mais Médico Campineiro.

Na administração da pandemia, Dario Saadi, diz que o município tem que seguir o que dita o Governo do Estado com o Plano São Paulo, porém, explicou que pretende buscar junto ao Governador, João Dória, autonomia para o município, pois, Campinas tem condições de fazer sua própria politica de enfrentamento. De acordo com ele, o grupo de técnico da secretaria municipal de saúde é formado por especialistas renomados internacionalmente. Na opinião do novo Prefeito, Campinas não deveria retroceder no Plano São Paulo, pois, a cidade conta com percentual ainda aceitável de leitos de UTI e o Hospital de Campanha que pode ser ativado se necessário for.

Paralelo a saúde pública, Dario Saadi, explicou que o meio ambiente também será prioridade em sua gestão e entrará como politica central presente em todas as áreas. Dentro das estratégias vai retomar o processo de uma PPP para administrar os resíduos sólidos da cidade que está sob analise do tribunal de contas. Na área da cultura os esforços serão centrados na revitalização dos espaços públicos com parcerias para o fomento do setor. Para a geração de empregos um dos projetos é agilizar os processos de liberação de empreendimentos habitacionais, entre eles os de interesse social.


Fonte: CBN Campinas

9 visualizações0 comentário