• Higor Salles | Canal 8

Estado libera R$ 19,1 mi para início da obra do Centro de Convivência

O valor será aplicado na primeira fase do projeto de reforma do complexo cultural

Teatro de Arena que faz parte do complexo do CCC. (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Campinas)

O governo do Estado liberou ontem R$ 19,1 milhões para o início das obras de recuperação do Centro de Convivência, localizado no bairro Cambuí, em Campinas. A assinatura do convênio que autoriza a liberação do recurso foi feita ontem (18) em São Paulo. Em julho, o ACidade ON adiantou que a verba viria para reformar o espaço em Campinas. 

O valor será aplicado na primeira fase do projeto de reforma do complexo cultural. Nessa primeira etapa será feita a recuperação estrutural, com intervenções no novo sistema de drenagem, eliminação de infiltrações, de fissuras e reparos em ferragens; impermeabilização e substituição completa das redes elétrica e hidráulica do prédio. O teatro no local está fechado desde 2011.

Ainda não há uma data para a abertura da nova licitação e início das obras. O valor total da reforma no CCC é estimado em pouco mais de R$ 40 milhões. O dinheiro faz parte dos R$ 80 milhões previstos para a construção de um Teatro de Ópera no Parque Ecológico, projeto que acabou suspenso ainda no primeiro mandato do prefeito Jonas Donizette (PSB).  

NOVELA  

Os R$ 40 milhões são justamente o preço total previsto para a reforma na licitação aberta pela Prefeitura no começo do ano. O processo foi suspenso em abril (pela terceira vez) a pedido da Secretaria de Infraestrutura, para poder responder aos questionamentos técnicos feitos por interessados na obra.  

O CCC está fechado há oito anos, com alguns momentos de abertura do teatro de arena, como no Natal de 2014. Mas, sem passar por uma reforma desde que foi construído, em 1974, o complexo tem uma série de problemas estruturais, como infiltrações, fios expostos, ligações de energia clandestinas e goteiras.

ASSINATURA O Governo do Estado formalizou a liberação do repasse da verba durante o 2º Seminário de Gestão Pública de SP, que reuniu representantes de municípios paulistas no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes.  

O prefeito em exercício de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, representou a cidade. "Este é mais um importante passo para concretizar esta grande obra em um símbolo da cultura da nossa cidade, um patrimônio que a Administração precisa devolver à nossa cidade", destacou. Também participaram do Seminário o secretário municipal de Cultura, Ney Carrasco, e o de Gestão e Controle, Thiago Milani.  

O governador de São Paulo, João Doria, participou da abertura do Seminário, quando assinou outros convênios com vários municípios e aproveitou para fazer um balanço do primeiro ano de sua administração. O evento definiu também a pactuação do programa Parcerias Municipais, do qual Campinas participou da construção e será beneficiada com investimentos nas áreas da Saúde, Educação e Segurança Pública. A cidade recebeu um certificado de compromisso com os planos de ação propostos no programa.  

O valor do convênio de Campinas foi o maior entre os mais de 95 convênios liberados para as 90 cidades que compreendem a área coberta pelo escritório regional da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional sediado na cidade. O repasse à Prefeitura será feito por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado. O vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia, fez o encerramento do evento e prometeu que o governo estadual busca formas de agilizar os convênios com os municípios a partir de 2020.


Fonte: Acidade ON

1 visualização

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.