• Higor Salles | Canal 8

Falta de chuva e clima seco seguem em agosto


Foto: Flávio Botelho

O mês de julho terminou como um dos mais secos dos últimos três anos e a previsão para agosto não é nada otimista. No período de 1990 a 2019 a média histórica pra o mês ficou em 40.4 milímetros. No ano passado a média ficou 48.8, já no ano anterior o choveu bem mais 75.9. Em 2017 não houve precipitações no mês de julho em 2016 o volume ficou em apenas 2 milímetros. Já neste ano de 2020 também choveu pouco.

Segundo os dados do Cepagri da Unicamp, no período de 1º à 31 de julho, choveu apena 7 milímetros. De acordo com a diretora do órgão, Ana Avila, a expectativa para agosto também é de clima seco em Campinas e toda a região. Segundo ela a previsão é que ocorra muito pouco ou até mesmo nenhuma precipitação, pelo menos até o final da primeira quinzena do mês.

Com a falta de chuva o clima seco permanece e a temperatura em alta e bem acima da média para o período do inverno. A situação, segundo a diretora do Cepagri, se agrava ainda mais com as queimadas que colocam em risco a saúde da população.

A média histórica da temperatura no período de 1990 até o ano passado ficou em 18.2 graus célsius e máximas de 29.4. Neste ano a máxima em julho foi de 29.1 e a média 18.1.  Apesar da temperatura média de julho de 2020 estar 0.1 grau abaixo da média histórica, ela está acima de três dos quatro anos anteriores ficando abaixo apenas do ano de 2018.


Fonte: CBN Campinas

0 visualização

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.