• Higor Salles | Canal 8

Fase laranja não resolve, mas traz esperança para restaurantes de Campinas


Foto: Valéria Hein

Nesta segunda feira, Campinas voltou à fase laranja do Plano São Paulo de reabertura gradual do Comércio. Mas, para uma parcela dos comerciantes e empresários é ainda preciso que a cidade avance para a fase amarela para que eles possam retomar as atividades. Dos estabelecimentos que estão nesta situação, os bares e restaurantes geram muita preocupação, por estarem entre os setores que mais empregam no país. Na melhor da hipóteses, o setor só poderá reabrir em duas semanas, após 15 dias de estabilidade na fase laranja e reenquadramento para a amarela.

Na Rua Sacramento, no centro de Campinas, por exemplo, grande parte dos estabelecimentos do segmento de alimentação fecharam as portas definitivamente. José Gonçalves tem um restaurante self service nesta rua, em frente à igreja do Carmo, e atualmente só tem autorização de atender por delivery e retirada no balcão.

Ele está se desdobrando para não ter que fazer demissões, mas já contabiliza um prejuízo de R$ 60 mil nesses quase 5 meses de quarentena.Vitor Martins tem um estabelecimento de sucos e restaurante na esquina das ruas Sacramento e Barreto Leme. Para ele, a fase laranja traz uma esperança, apesar de afirmar que o fôlego do seu negócio já atingiu o limite há mais de um mês. A fase laranja contempla as lojas de shoppings, que têm autorização de funcionar de 16h às 20h, e as de rua, de 12h às 16h e nos fins de semana de 9h às 13h.


Fonte: CBN Campinas

0 visualização

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.