• Higor Salles | Canal 8

Florada de Ipês dá boas-vindas à Primavera em Campinas

A previsão é que a estação, que começou na madrugada de hoje, seja mais úmida e quente do que a média histórica

Ipês localizados na Avenida Moraes Salles, em Campinas. Foto: ACidade ON Campinas

Campinas tem uma forma bem exuberante de anunciar a chegada de algumas estações do ano: a florada dos ipês, que estão espalhados por toda a cidade. E quando as copas das árvores ficam amarelas, é a Primavera que vem por aí. A previsão é que a estação, que começou na madrugada de hoje (23), seja mais úmida e quente que a média histórica, segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp.  

Os botões dourados da Tabebuia chrysotricha, nome científico das árvores de Ipê-amarelo que enfeitam as ruas, aparecem na primeira semana de setembro. As flores permanecem até meados da segunda quinzena do mês, quando enfim começam a cair, formando um manto amarelo nas calçadas campineiras.  

O secretário de Serviços Públicos de Campinas e responsável pelo Departamento de Parques e Jardins na cidade, Ernesto Dimas Paulella, explicou que os dias de florada podem variar de acordo com a temperatura e umidade do ambiente. "As condições ideais para as flores aparecerem é quando o calor aumenta e a umidade do ar está bem baixa, geralmente o tempo típico do início da Primavera. Mas as condições climáticas podem variar, e os botões podem aparecer antes ou mais tarde", explicou.  

FLORADA As condições climáticas também influenciam na forma das inflorescências, segundo Paulella. O secretário disse que a florada do Ipê-branco, que ocorreu em julho e começo de setembro e durou apenas três dias, foi uma das mais exuberantes dos últimos 30 anos.  

A Avenida Moraes Salles, uma das mais movimentadas da cidade, tem dois grandes Ipês-amarelos. Funcionários das lojas da via disseram que a paisagem deixam a jornada de trabalho mais gostosa. "Eu acho as árvores lindas demais. E é um privilégio elas ficarem bem na frente da loja. No meu celular agora só tem fotos dos ipês", disse a atendente de caixa Michele Oliveira Santos.

O promotor de vendas Renan do Nascimento afirmou que as flores amarelas nesta época do ano deixam o dia mais "leve". "Dá uma bela diferença no dia, parece que fica mais alegre sim. E todo mundo que eu vejo passar por aqui tira foto, até motoristas de dentro dos carros. É preciso tomar cuidado", falou Nascimento.

ÁRVORES A Prefeitura estima que Campinas tenha 1 milhão de árvores adultas e que, desse total, 20 mil sejam ipês. "Eles são uma parcela significativa da arborização urbana da cidade e, por serem nativas, recebem uma atenção especial do Departamento de Parques e Jardins", disse Paulella. A maior parte dos ipês no município é amarela e roxa (Tabebuia avellanedae), árvores de Mata Atlântica e áreas de cerrado. Elas são plantas indicadas para arborização urbana porque contribuem para a regulação térmica da cidade e se alinham com a pequena fauna de grandes centros.  

PRIMAVERA O meteorologista do Cepagri, Jurandir Zullo, afirmou que, para o Sul e Sudeste do Brasil, há uma tendência de Primavera mais chuvosa. Até o fim de novembro, as temperaturas também devem ser maiores que a média registrada nos últimos 30 anos. "A Primavera é uma estação de transição em que a temperatura varia muito, mas a tendência é que este ano ela seja mais quente. É um efeito que temos observado nos últimos anos, consequência do aquecimento global", explicou.


Fonte: Acidade ON

2 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.