GMs de Indaiatuba são condenados por tortura e abuso de autoridade


GMs foram condenados por tortura (Imagens arquivo CBN)

Dois guardas municipais de Indaiatuba foram condenados nesta segunda-feira por tortura e abuso de autoridade.

A dupla foi presa em abril após uma operação da Polícia Civil. Eles foram acusados de agredir fisicamente suspeitos de crimes antes de apresentá-los na delegacia. Além da prisão, os dois ainda foram proibidos de exercer qualquer função pública por 8 anos.

A Justiça condenou Leandro Bispo dos Santos e Jhonnathan Bernardo a 7 anos e 6 meses de prisão em regime fechado. Eles estão no Presídio de Pinheiros, em São Paulo.

A defesa dos dois afirma não concordar com as penas e vai recorrer da decisão.

Após a operação, outros dois guardas municipais foram presos. A Prefeitura de Indaiatuba abriu uma sindicância para apurar o caso em maio, e afastou outros oito agentes pelos mesmos motivos. 


Fonte: CBN Campinas

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo