Hospital da PUC inicia estudo com hidroxicloroquina


Valeria Hein

O Hospital da Puc-Campinas iniciou um protocolo de pesquisa para avaliar a eficácia e segurança de medicamentos para pacientes infectados pelo novo coronavírus. 

O protocolo é aplicado também em hospitais da capital paulista, em parceria com o Ministério da Saúde. 

O estudo clínico avalia a Hidroxicloroquina na prevenção de hospitalização e complicações respiratórias em pacientes ambulatoriais diagnosticados ou com suspeita da covid-19. 

Segundo o diretor do centro de pesquisas do Hospital Puc-Campinas, Danilo Villagelin, podem participar do teste os pacientes infectados mas em bom quadro de saúde, e que integrem o chamado grupo de risco. 

Será comparado o uso da Hidroxicloroquina contra um placebo durante 7 dias. O objetivo é verificar se a taxa de internações e de mortalidade reduz quando administrado precocemente o medicamento. Danilo Villagelin explica que a participação é voluntária. 

Pacientes moderados e graves também podem participar do estudo, mas por motivos éticos o protocolo aplicado é outro. 

Cerca de 1,3 mil pacientes vão participar do teste, e os resultados devem ser divulgados no prazo entre 2 a 3 meses. 


Fonte: CBN Campinas

5 visualizações0 comentário