Mãe confessa morte de filha desaparecida em Itapira


Imagem: Facebook

Jennifer Natalia Pedro confessou que a filha dela, Ísis Helena, de apenas um ano e 10 meses, morreu asfixiada depois de tomar uma mamadeira com leite no começo do mês de março, em Itapira. O corpo está desaparecido. O caso ganhou repercussão nacional. 

A nova informação foi divulgada pela Polícia Civil, que investiga o caso, nesta segunda-feira. De acordo com a polícia, Jennifer mudou o discurso que vinha fazendo de que alguém teria levado a filha dela da casa dos avós enquanto ela havia saído da residência. 

Agora, durante depoimento quando da decretação de prisão dela, a mãe disse que a filha estava doente na noite anterior, com febre, e ela deu mamadeira e colocou a criança para dormir. No dia seguinte, às 6h da manhã, ela teria percebido que a criança tinha se asfixiado. Jennifer, então, teria ficado desesperada e sumiu com a bebê que tem microcefalia e toma remédios controlados.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a polícia faz diligências no município em busca do corpo da criança.

Jennifer, de 20 anos, foi presa na última sexta-feira e levada à DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Mogi Guaçu, que atualmente é responsável pela investigação do caso. Ela teve prisão temporária de cinco dias decretada pela justiça. O prazo poderá ser prorrogado. 


Fonte: CBN Campinas

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo