• Higor Salles | Canal 8

O drama e a esperança de quem teve que adiar o casamento


Imagem do acervo

A pandemia provocada pelo novo coronavírus trouxe à tona muitos problemas para as pessoas. Os aspectos econômicos e relacionados à saúde pública ganharam destaques nesse período, mas muita gente também teve de lidar com o lado emocional. O crescente número de casos de confirmação de covid-19 e a decretação de restrições impostas pelo governo, acabaram frustrando os planos de muita gente, inclusive de quem estava de casamento marcado.

Foi o caso de Karine Rodrigues, que deveria ter se casado no dia 21 de março.  O drama vivido por ela e o noivo começou poucos dias antes da data da cerimônia. Eles se casaram no civil no final de semana anterior e chegaram a fazer o ensaio da cerimônia religiosa logo em seguida. Porém, as notícias começaram a mostrar a gravidade da situação e a decretação da quarentena em Campinas colocou fim ao sonho do casal, mesmo que momentaneamente. Os dias que se seguiram foram de muitas conversas com fornecedores e convidados, até que a decisão foi tomada: o casamento seria adiado. “Eu já estava assim, super chateada, não estava mais curtindo, não estava me sentindo bem. Eu só chorava. Foi aí então que a gente sentou e decidiu adiar o casamento”, afirma Karine.

Uma história parecida foi vivida por Isabel Penteado. Ela se casaria no dia 21 de março. Com tudo pago, o casal decidiu adiar a festa, mas não a união. Isabel e o noivo se casaram no religioso e no civil e adiaram a festa para setembro. “A gente já casou no religioso. A gente fez o casamento só o padre e algumas pessoas mais próximas da família. E no dia que seria a festa, a gente se casou no civil. Aí foram somente nós e minha irmã com o meu cunhado de testemunhas. E daí a festa que ficou para o segundo semestre”, afirmou.

Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas e a incerteza sobre os desdobramentos da pandemia, as noivas venceram o drama e mantém a esperança de que dias melhores virão. Karine Rodrigues disse que não se arrepende de ter tomado a decisão pelo adiamento do casamento e tem a certeza que a nova data, marcada para 15 de agosto, será ainda mais especial. “Tenho certeza, na verdade, que esta data vai ser muito mais especial. Nós começamos uma nova contagem regressiva. Também conseguimos adiar a lua de mel. Então eu acho que era para ser em agosto mesmo, apesar dessa aflição e dessa angústia”, revela.


Fonte: CBN Campinas

2 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.