• Higor Salles | Canal 8

Pandemia interfere pouco na venda de carros


Diante da retomada do ritmo de vendas de veículos acima do esperado, as montadoras de veículos estão revisando suas projeções para 2020. No início deste ano, as montadoras projetavam um mercado de 3,1 milhões de unidades vendidas. Porém, com a pandemia do novo coronavírus as empresas passaram a estimar uma retração entre 40% e 45% no mercado.

No entanto, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, o mercado reagiu bem. Em setembro, a indústria emplacou cerca de 207.000 veículos. O volume é próximo aos níveis registrados nos últimos anos, que ficou entre 230.000 e 250.000 unidades mensais.

De acordo com Marcos Dell Ducas, gerente geral de uma concessionária Mercdes-Benz, em Campinas, a retomada está sendo gradativa e a pandemia acelerou as vendas digitais.

Segundo a gerente comercial de uma concessionária honda na cidade, Cristiane Mello, nos meses subsequentes ao inicio da pandemia, houve um aumento de 30% nas vendas e chegou a faltar veículos zero quilometro para a demanda. A fila de espera, segundo ela, é registrada principalmente entre os modelos acima de R$ 100 mil. A gerente explica que o mercado está promissor também para os  semi novos de até  R$40 mil.

Para a Fenabrave, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores, que reúne as concessionárias, a melhora da oferta de crédito contribuiu para melhorar a média diária de vendas e, com isso, a rede de distribuição também revisou seus números, reduzindo a magnitude da queda projetada para 2020.


Fonte: CBN Campinas

4 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.