• Higor Salles | Canal 8

Por cura, cientistas recriam vírus em Campinas


Foto: Liana Coll / Divulgação Unicamp

Os cientistas do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, em Campinas, estão em busca da cura da covid-19. Para isso, clonaram o coronavírus, mas deixaram de fora as estruturas de infecção e replicação.

A intenção é fazer as análises e estudos sem o risco de contaminação e permitir que o vírus geneticamente modificado seja manipulado no Laboratório Nacional de Biociências, que fica no CNPEM e tem o nível dois de biossegurança.

O pesquisador do centro, Marcio Chaim Bajgelman, explica que a recriação do agente causador da pandemia mundial em ambiente controlado é possível através da clonagem de três a quatro genes que compõem o vírus selvagem.

“Então, uma vez que a gente consegue produzir essa partícula defectiva, porque é totalmente sintética, ela pode ser estudada. E será analisada a interação dela pra tentar inibir justamente a reprodução dessa partícula nas células”, diz.

O aval para o trabalho foi dado pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança e atualmente os pesquisadores estão prestes a concluir a clonagem. Depois, farão a primeira linhagem celular e, por fim, a purificação.

Só depois de todas essas etapas, previstas para serem concluídas até maio, é que os estudos com fármacos de inibição viral serão elaborados. Todo o processo, mesmo com a urgência devido ao surto da doença, seguirá controles rígidos.

O fato do coronavírus clonado não possuir genoma e capacidade de replicação, aliás, é citado por Bajgelman como motivo para acreditar que a pesquisa seguirá o curso normal do cronograma, já que as análises são menos trabalhosas.

“Colocar esse vírus em uma plataforma de alta demanda pra estudar a interação dele com fármacos é bem mais rápido do que trabalhar com o vírus selvagem em uma estrutura nível três, onde a gente tem limitação de tempo e espaço”, afirma.

Esta não é a primeira vez que partículas do tipo são criadas pelo laboratório do CNPEM, que desenvolveu o projeto a partir do conhecimento de pessoal treinado para manipulação de organismos geneticamente modificados.


Fonte: CBN Campinas

2 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.