Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.

  • Higor Salles | Canal 8

Prefeitura divulga ações para "conter" moradores de rua

Será inaugurada, entre outras ações, a segunda Casa de Passagem - um serviço onde as pessoas podem morar por um período transitório até voltarem para suas famílias


Hoje são cerca de 600 moradores em situação de rua em Campinas (Foto: Denny Cesare/Código19)

O Centro de Campinas vai receber, a partir deste mês, diversas ações para moradores em situação de rua. A informação foi confirmada pelo prefeito Jonas Donizette (PSB), na manhã desta terça-feira (1), durante o lançamento do programa Centro Vivo, que engloba ações de requalificação para a região central da cidade.

Já em outubro será inaugurada a segunda Casa de Passagem - um serviço onde as pessoas podem morar por um período transitório até voltarem para suas famílias, serem inseridas no trabalho ou conquistarem a própria moradia.

A Casa vai funcionar na Vila Teixeira, durante 24 horas por dia e terá 25 vagas. A primeira já funciona no Guanabara desde 2013, também com 25 vagas.

"A Casa de Passagem será um local para recepcionar e ver se essa pessoa quer voltar para casa. Caso ela queira, a Prefeitura paga a passagem", explicou o prefeito. 

PRÓXIMO ANO

No começo de 2020, próximo ao Mercado Municipal, será inaugurada a segunda Casa da Cidadania. No local as pessoas em situação de rua podem receber alimentação, tomar banho e receber roupas limpas. A primeira já funciona na Vila Industrial.

Outro serviço também previsto para o primeiro semestre de 2020 é a instalação de um bagageiro na Vila Industrial. Neste as pessoas em situação de rua poderão guardar seus pertences.

OUTRAS AÇÕES

A Setec (Serviços Técnicos Gerais) de Campinas confirmou que em cerca de 30 dias o Centro da cidade vai receber três banheiros públicos em formato de contêineres. Será cobrado um valor simbólico para usuários comuns e moradores em situação de rua utilizarão sem precisar pagar. Leia mais aqui.

Serão instalados, também, 21 novas câmeras re reconhecimento facial e que permitem o monitoramento da região central. Os equipamentos serão colocados em todo o Centro.

Na segurança pública serão contratados 60 novos guardas municipais, além de uma nova equipe de patrulhamento com motocicletas.


Fonte: Acidade ON

1 visualização