• Higor Salles | Canal 8

Primeiras doses da CoronaVac chegam no dia 20


O governo de São Paulo informou que as primeiras 120 mil doses da CoronaVac, vacina chinesa contra a covid-19, chegam na capital no dia 20 deste mês. O imunizante importado da Ásia obteve autorização de entrada no país dada pela Anvisa e os lotes adquiridos pelo Palácio dos Bandeirantes começarão a chegar no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Até o final deste ano, serão seis milhões de doses importadas.

Porém, ainda não há definição de quando a vacina será aplicada na população. O governador João Doria afirmou que o estado teve autorização apenas para importar as doses e também os insumos necessários para a produção do imunizante em território paulista. Ele garantiu que a vacinação das pessoas dependerá ainda de uma autorização da Anvisa. “O fato é que temos aqui um lide: as primeiras vacinas contra a covid-19 chegam ao Brasil no dia 20 de novembro. Quero esclarecer que nós seguimos e vamos continuar a seguir rigorosamente os protocolos da Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, para a aplicação da vacina. A vacina só será levada às pessoas após a autorização final da Anvisa”, afirma.

O governo de São Paulo detalhou ainda sobre o início da construção da fábrica da CoronaVac no Instituto Butantan. A unidade terá 10 mil metros quadrados de área construída e capacidade para produzir 100 milhões de doses da vacina por ano. A obra vai durar 10 meses e o cronograma do estado aponta sua inauguração em setembro do ano que vem. A construção está orçada em R$ 130 milhões. O investimento foi feito através da doação de 24 empresas privadas, sem nenhuma contrapartida do estado.


Fonte: CBN Campinas

1 visualização

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.