• Higor Salles | Canal 8

Servidor morre após fingir assalto e ser baleado por PM, em Cosmópolis


Imagem arquivo CBN Campinas

Um servidor municipal de 45 anos morreu após fingir assaltar um bar e ser baleado por um Policial Militar à paisana, em Cosmópolis. O caso ocorreu na noite de sábado (28). Segundo o PM, ele estava no estabelecimento, jantando com familiares, quando foi abordado por Ronaldo Lopes de Lima, que, com uma arma em mãos, teria pedido dinheiro aos gritos, além de gritar seguidamente “perdeu, perdeu”.  

Em seguida, segundo o PM, ele se levantou e pediu para o suposto assaltante largar a arma. Porém ele teria desobedecido, e virado para o policial apontando a arma para ele. O Policial então disparou três vezes contra o homem, e em seguida retirou a arma dele. Foi aí então que o PM teria percebido que a arma, na verdade, era um simulacro. Em seguida, o Policial acionou a Polícia Militar.

Uma das testemunhas disse não ter visto arma ou simulacro com o homem quando ele entrou no local. A testemunha afirma que o homem somente fingiu estar armado. Ele e outros frequentadores do estabelecimento disseram à Polícia Civil que Lima era frequentador do bar, e costumava fazer este tipo de “brincadeira”, simulando assalto, com certa frequência.

Lima morreu no local. A perícia foi acionada, e o PM foi liberado após prestar depoimento. A arma dele e o simulacro foram apreendidos, e o caso foi registrado como homicídio simples.

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que instaurou inquérito Policial Militar para apuração da ocorrência. O PM não será afastado durante as investigações.

Ronaldo Lopes de Lima era servidor público, e trabalhava como auxiliar de serviços na Secretaria de Saneamento Básico desde 2011. A Prefeitura de Cosmópolis lamentou a morte.


Fonte: CBN Campinas

0 visualização

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.