• Higor Salles | Canal 8

Servidores candidatos custam R$ 670 mil


A Prefeitura de Campinas irá gastar quase R$ 670 mil com salários de 41 servidores que estão afastados para disputar as eleições. O período de afastamento é de três meses, e os servidores seguem recebendo os vencimentos normalmente.

As secretarias de saúde e de segurança são as com mais candidatos, com nove cada. Concorrem médicos, auxiliares de enfermagem e guardas municipais, além de pessoas ligadas a outras secretarias, como profissionais de educação. Os salários dos servidores afastados variam de R$ 1,7 mil a R$ 13,4 mil. A despesa total é de R$ 669 mil. Os únicos que não recebem no período de afastamento são aqueles que atuam como conselheiros tutelares. Os 41 servidores afastados não recebem o vale-alimentação durante o período de afastamento. O valor atual do vale é de R$ 1.041 mensais.

Vale destacar que este cenário de pagamento de salários a servidores afastados para concorrer aos cargos eletivos não é uma opção da Prefeitura, e ocorre com base na legislação federal e no estatuto do servidor municipal.


Fonte: CBN Campinas

1 visualização

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.