• João Canal 8

TJ mantém condenação de homem por agredir grávida com enxada e causar aborto, em Sumaré

O Tribunal de Justiça manteve o resultado do júri que condenou um homem por agredir uma mulher grávida com uma enxada, em Sumaré. O caso aconteceu em março de 2016.

Rafael Marques de Abreu foi condenado por tentativa de homicídio qualificado e aborto, com pena de 12 anos, 5 meses e 10 dias de prisão.

Ele teria deixado de pagar serviços prestados por um pedreiro, e ao ser chamado de “mau pagador”, invadiu a casa do trabalhador e agrediu a mulher dele. A vítima estava grávida de cinco meses, e o bebê morreu.

A defesa do réu não se manifestou sobre a decisão. 


Da Redação Canal Oito Campinas

3 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.