Trabalhadores da Samsung cobram licença ou férias


Foto: Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região

Os funcionários da fábrica da Samsung em Campinas querem licença remunerada ou férias coletivas por conta da pandemia de covid-19. Por conta das reclamações, o Sindicato dos Metalúrgicos da região quer negociar os pedidos e organizou um ato na porta do local na troca de turno.

O presidente da entidade, Sidalino Orsi Júnior, diz que não houve assembleia, ou aglomeração justamente por conta do risco de contágio pelo coronavírus. Segundo ele, o temor começa no transporte até a empresa, feito em ônibus fechados, e envolve o risco de contaminação dentro de cada setor da planta.

“Por isso pedimos que a empresa dê licença remunerada ou férias coletivas de ao menos 30 dias pra que agente possa conversar com a direção”, detalha.

Até o momento, de acordo com Sidalino, a Samsung alega aguardar a posição da matriz na Coreia do Sul para definir o que será feito diante do surto no Brasil. Ele lembra que em fevereiro, quando a doença se alastrou pela China, a fábrica teve que parar a produção por conta da falta de envio de peças para Campinas.

Na ocasião, afirma que a decisão pela paralisação foi prontamente tomada e argumenta que agora até o Ministério Público do Trabalho está envolvido. “Nós reivindicamos paralisar sem prejuízo ao trabalhador. Lembrando que atendemos a empresa em fevereiro e ela agora demora no retorno”, reclama.

A Samsung foi procurada, mas não enviou resposta até o fechamento desta reportagem.


Fonte: CBN Campinas

3 visualizações0 comentário