• Higor Salles | Canal 8

Unesp detalha rotas de dispersão da covid-19


Foto: Arquivo/ Banco de imagens

Um estudo desenvolvido pela Unesp mapeou as rotas de dispersão do novo coronavírus no estado de São Paulo e indicou as “cidades-polo” que necessitam de estratégias de isolamento social efetivas para que haja uma redução dos casos de infecção no interior do estado.

Deste modo, Campinas, Piracicaba e outras 10 grandes cidades do interior e do litoral paulista devem manter o esquema de quarentena para inibir o avanço da pandemia. Oficialmente, o coronavírus já atingiu 20% dos municípios do estado, segundo o boletim emitido pela secretaria de saúde no dia 07 de abril.

Pelo estudo, é possível concluir que o coronavírus se espalha no território paulista partindo das grandes cidades chegando até aos pequenos municípios. Por isso as ações de isolamento social e quarentena em cidades como Campinas é fundamental para impedir o avanço da pandemia no estado, como disse o professor do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, Raul Guimarães.

“O isolamento social é uma medida importante para todos nós brasileiros. No caso de quem mora numa cidade menor e trabalha, estuda ou faz compras em Campinas, por exemplo, ela pode ser responsável em levar o vírus para sua cidade”, explica.

A Unesp é responsável por uma iniciativa recém-lançada por pesquisadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) para análise e mineração de dados referentes à disseminação do novo coronavírus no interior paulista, chamada Radar covid-19.0 A ideia principal é colaborar com a antecipação de ações para combater a propagação da doença.


Fonte: CBN Campinas

4 visualizações

Canal 8 Campinas Copyright © Todos os direitos reservados.